Delegação de Maputo Provincia

A Delegação do ARPAC-Maputo foi criada em 1986, como um dos núcleos do projecto ARPAC, tendo funcionado, primeiramente, até 1990, no 7ª andar do Prédio Macau, edifício localizado na Avenida 25 de Setembro, em frente à Feira Popular, na Cidade de Maputo. A quando da sua fundação, o núcleo de Maputo funcionou com 10 técnicos.

De 1991 a 1993, o ARPAC núcleo de Maputo passou a funcionar no edifício anexo à histórica Casa de Ferro, na Cidade de Maputo, local que alberga, actualmente, a organização Aro Juvenil. Pelo Decreto 26/93 de 16 de Novembro, o ARPAC deixou de ser projecto e passou a ser instituição pública, Arquivo do Património Cultural, abreviadamente, designada por ARPAC. Neste contexto, o núcleo de Maputo passou a designar-se ARPAC -Delegação de Maputo.  

Em 1994, a Delegação de Maputo mudou-se para as actuais instalações do ARPAC-Central, permanecendo até 2005. Face ao Decreto 25/2002, de 22 de Outubro, do Conselho de Ministros, o ARPAC passou a designar-se, oficialmente, ARPAC- Instituto de Investigação Sociocultural. Com efeito, a delegação de Maputo, passou para actual cognominação, ARPAC- Instituto de Investigação Sociocultural Delegação da Província de Maputo.

De 2006 a 2007 a Delegação de Maputo voltou a funcionar no prédio Macau. Em 2007, por recomendação do Governo da Província de Maputo, a Delegação de Maputo mudou-se para a Cidade da Matola, permanecendo até 2012 num edifício arrendado, situado na Avenida Samora Machel nº 699, defronte ao Clube Desportivo da Matola, enquanto decorriam as obras de construção de raiz do seu edifício, local onde funciona desde 2013, na Avenida da Agricultura, nº 145, Cidade da Matola.